Mercedes e Geely fecham acordo para o futuro da Smart

A marca de veículos elétricos compactos e urbanos tem futuro promissor com o novo acordo.

Como o próprio chefe de pesquisa e desenvolvimento da Mercedes, Markus Schäfer, afirmou, o futuro do Smart é muito mais promissor do que era antes, já que, agora, a marca de EVs se estabelece como uma joint venture entre a Daimler e a Geely.  

Daimler e Geely

O acordo, concluído em janeiro, inclui a produção de veículos Smart na China. A marca permanecerá focada em carros elétricos urbanos. 

Schäfer disse que, embora a Smart tenha sido bem-sucedido em termos de como foi recebido pelos consumidores, não foi comercialmente viável.  

No Brasil, a marca ficou até 2014, mas parou de trazer carros desde o lançamento da terceira geração do ForTwo, mas, em 2019, prometeu retornar ao mercado nacional com os modelos elétricos Smart EQ Fortwo e Forfour. 

Para Schäfer, o objetivo é aumentar o volume de vendas. Como explica ele, com os volumes atuais, não há escala para tornarem-se competitivos em um mundo onde um volume maior – especialmente neste segmento – é extremamente importante. 

Leia também:

“Trabalhando com a Geely, temos acesso a escalas maiores, o know-how da Geely e a estreita cooperação com a Volvo e nosso know-how da Smart e sua história”, argumenta o chefe de desenvolvimento. 

Ele disse que as forças combinadas agora estão voltadas para o design do produto, que se baseia principalmente na sede da Daimler, dona da Mercedes-Benz, e trabalhando lado a lado na engenharia. “Essa é uma boa base para criarmos uma plataforma escalável e volume suficiente para ter sucesso”, afirmou Schäfer.  

Smart 4×4 – Renderização Autocar

A Smart deve lançar novos modelos elétricos Fortwo e Forfour até meados do ano. Até 2022, um SUV elétrico compacto é esperado. 

Para a revista britânica, Autocar, Schäfer disse: “temos os genes da marca – e, com poder de engenharia e design, estamos começando bem. Em termos de produto, eu diria ‘fique atento’”, instigou ele. 

Fonte: Autocar