Rolls-Royce Cullinan ganha versão Black Badge

  • gallery

  • gallery

  • gallery

  • gallery

  • gallery

  • gallery

  • gallery

  • gallery

Acabamento luxuoso e 600 cavalos de potência no novo modelo 2020.

O Cullinan é um sucesso da Rolls-Royce. O primeiro SUV da empresa representa quase metade de todas as vendas, então é praticamente certo que haveria mais versões sendo lançadas. O primeiro é esse, o Cullinan Black Badge. Como o Wraith Black Badge antes, a versão Cullinan ganha força e dinamiza novamente, juntamente com um monte de detalhes pretos.

Motor Black Badge

O gigantesco V12 de twin-turbo de 6,75 litros sob o capô do Cullinan ganha 29 cavalos de potência e 16 kgfm de torque no acabamento Black Badge graças a um flash da ECU, aumentando o total para 600 cavalos de potência e 301 kgfm. O ZF automático de oito marchas também foi reajustado para um “padrão de mudança mais agressivo”, enquanto a suspensão pneumática foi ajustada para corresponder.

O sistema de freio recebe rotores reprojetados que foram construídos para permitir consistência em situações de alta temperatura. O próprio pedal foi alterado para criar um ponto de saída mais alto e menos deslocamento geral.

Leia também:

Design

O capô Spirit of Ecstasy, assim como a grade, a maçaneta da porta, a guarnição da porta e muito mais foram alterados do cromo para um acabamento em preto brilhante. Um conjunto maciço de rodas de liga leve de 22 polegadas é padrão, cobrindo as pinças de freio pintadas de vermelho – o primeiro para qualquer Rolls-Royce, de acordo com a empresa.

Seu interior recebe um tratamento igualmente escuro, embora este tenha um monte de leves acentos de caramelo no interior, ainda por cima, personalizável. O acabamento é um material de fibra de carbono em camadas que leva seis camadas de verniz, que demandou 72 horas para ser concluído.

Rolls diz que o Cullinan Black Badge já está disponível para encomenda. O preço ainda não foi anunciado.

Fonte: Road and Track