Volkswagen ID. R é renovado, e primeiro dia de teste foi realizado.

2019_volkswagen_id_r7

Volkswagen chegou ao inferno verde e já realiza testes com intenção de bater o recorde de volta para veículo elétrico.

O Volkswagen ID. R sofreu evolução após bater o recorde em Pikes Peak, Denver, Colorado. O intensivo desenvolvimento foi feito para deixa-lo pronto para o próximo desafio, bater o recorde de Nurburgring-Nordschleife. O circuito conhecido como inferno verde tem 20.832 metros de extensão. Conforme o plano da empresa para bater o recorde da pista para carros elétricos, a Volkswagen está trabalhando na evolução desse projeto já tem um tempo.

2019_volkswagen_id_r7

Leia também:

Audi e-tron GT

Segundo o diretor da Volkswagen Motorsport, Sven Smeets, o inferno verde apresentou desafios difíceis como ele já imaginava. Com extensas simulações feitas em softwares de computador, como rigidez de chassis, aerodinâmica, entre outros testes. Tudo para otimizar o carro para essa pista muito complexa, além de ser estreita, possui curvas de todos os tipos e uma longa reta na parte final. Embora vários testes estruturais tenham sido realizados, testes de compostos de pneus foram feitos em parceria com a Bridgestone. Devido a essa composição da pista, o chassi precisa ser muito bem desenvolvido para trazer o equilíbrio necessário. Por isso eles focaram em encontrar o ajuste ideal dos amortecedores.

2019_volkswagen_id_r3

O piloto que está no cockpit do Volkswagen ID. R é o experiente, Romain Dumas. O qual, já venceu a famosa 24 horas de Nurburgring 4 vezes. Apesar do piloto estar mais acostumado com os carros GT, pois o ID. R tem uma velocidade de curva muito maior. Devido a se parecer muito com um LMP1.

2019_volkswagen_id_r5

Agora que eles tiveram uma coleta de dados interessante no primeiro dia de testes em Nordschleife. A equipe de engenharia irá irão continuar a desenvolver e melhorar o Volkswagen ID. R, antes de ele voltar a pista novamente.

2019_volkswagen_id_r2

Tecnologia embarcada

Conforme as informações do recorde estabelecido pelo NIO EP9 em 2017, o tempo estabelecido pelo EV foi de 6:45.90. Com certeza toda a tecnologia embarcada no ID. R será utilizada, como o sistema de recuperação de energia das frenagens, KERS, e também o sistema DRS. A Formula 1 utiliza esse mesmo sistema para diminuir o arrasto aerodinâmico nas resta, no carro de pista da Volkswagen ele pode reduzir esse arrasto em até 20%.

2019_volkswagen_id_r1

Além da apresentação do Volkswagen ID. R, a empresa aproveitou para lançar um simulador para as pessoas poderem testar o carro em uma das pistas mais icônicas do cenário mundial.

Fonte: Volkswagen