Nova Ferrari F8 Tributo é apresentada no Salão de Genebra.

ferrari-f8-tributo_09

O superesportivo utiliza plataforma atualizada do 488 GTB.

O Salão do Automóvel de Genebra está marcado por grandes novidades, e nós vamos mostrando essas novidades a vocês aqui no CARWIDE. Agora é a vez de umas das marcas mais fortes no mercado automotivo de apresentar seu novo superesportivo, Ferrari F8 Tributo. Esse ano foi a vez do 488 GTB dar lugar ao seu sucessor, assim como a 458 deu lugar ao GTB em 2015.

ferrari-f8-tributo_09

Agora o interessante na marca do cavalinho rampante é a potência que o motor da Ferrari F8 Tributo possui. São 720 cavalos e 73,4 kgfm de torque em um motor V8 de 3.9 litros biturbo. São 50 cavalos e 1 kgfm de torque a mais que a versão anterior, além de estar 40 kg mais leve, totalizando 1330 kg. Devido a isso a aceleração da Ferrari F8 Tributo de 0 – 100 km/h é de apenas 2,9 segundos, sendo 0,1 segundo mais rápido que o GTB. De 0 – 200 km/h o novo modelo faz em 7,8 segundos e sua velocidade final é de 340 km/h.

Leia também:

Ferrari 812 Superfast

ferrari-f8-tributo_07

O novo design também favoreceu a aerodinâmica, com isso a melhora foi de 15% em comparação ao modelo anterior. O S-Duct no capô dianteiro em conjunto com um novo Spoiler ajudam a dar maior downforce, além de apêndices aerodinâmicos no assoalho para ajudar no direcionamento do ar que passa por debaixo do carro. No design podemos ver que a F8 utilizou características antigas, porém dando um visual mais moderno, além da entrada de ar nos para-lamas traseiros, a tampa do motor relembra uns dos modelos mais icônicos da marca, a F-40.

ferrari-f8-tributo_01

Apesar do design ser novo, sob as superfícies da carroceria as mudanças foram poucas. Afinal a plataforma do F8 Tributo sofreu atualização, mas não foi completamente renovada, pois a Ferrari está desenvolvendo uma nova plataforma para powertrain híbrido com motor dianteiro, sendo um dos carros a utilizar essa plataforma o SUV que terá nome de Purosangue. Por isso essa atualização, afinal o investimento economizado de um lugar acaba sendo investido em outro.

ferrari-f8-tributo_02
ferrari-f8-tributo_06
ferrari-f8-tributo_03
ferrari-f8-tributo_05

De acordo com Michael Leiters o clico de vida do F8 deve seguir o padrão da Ferrari cerca de 4 anos. E o nome desse novo superesportivo foi uma homenagem da Ferrari para seu motor V8 de 3,9 litros.

Fonte: Ferrari